Conexão Big Apple: Destino Paris via Nova York

O viajante experiente sabe: uma conexão ou uma escala pode trazer grandes vantagens em uma próxima viagem. Nesse artigo, vamos ver o por que e quando aquela paradinha mais longa em Nova York pode ser proveitosa.

Imagine que sua próxima viagem tem por destino Paris.

Hoje ao pesquisar uma Rio-Paris, o voo direto sai por R$ 3.550,00. Se fizer uma escala em Nova York, o preço cai para R$ 3.060,00. Uma economia de R$ 490,00 que pode ser usado para outras coisas. Porém, esse voo que, se fosse direto duraria cerca de 12 horas,  leva 32 horas por conta da conexão/escala! Vale a pena essa espera?

Bem, a resposta é: depende de você e quanto você adora ir a Nova York.

Mas digamos que você, como eu, toparia essa. Vamos analisar com calma essa opção.

O exemplo acima é real, de um voo Rio-Paris com uma parada de 13 horas e 45 minutos em Nova York na ida e outra na volta de 5 horas e 15 minutos.

Esse voo chega em JFK e parte para Paris de Newark. A volta é a mesma coisa, você chega em Newark e tem que ir para JFK. Ou seja, de qualquer forma, você será obrigado a sair do aeroporto. E no meio do caminho tem…MANHATTAN!

Nesse caso, não fica dúvida, uma passadinha na ilha mais famosa do mundo não vai atrapalhar sua vida.

Em um mundo ideal e maravilhoso, você sai de JFK e chega em Manhattan em 1 hora. E de lá para Newark, você chega em 30 minutos de taxi.

Tentador, não?

Agora, de volta a realidade. Com esse tempo longo de conexão/escala na ida, dar aquele pulinho para conhecer ou voltar a Nova York não é tão complicado assim. Porém, é preciso atentar aos seguintes detalhes:

  • O tempo entre a cidade e os aeroportos pode variar por conta de congestionamentos, tempo ruim ou até um pneu que fura. Despeça-se da cidade com alguma antecedência para pegar seu próximo voo;
  • Qualquer conexão pelos Estados Unidos exige que o passageiro “entre” nos Estados Unidos. Ou seja, se você tem somente passaporte brasileiro terá que tirar o visto de turista. Avalie se vale o investimento, caso não pense em voltar à terra do Tio Sam;
  • Existe um visto de trânsito, mas ele é fornecido somente para funcionários de empresas aéreas ou marítimas a trabalho;
  • Ao chegar, tanto na ida quanto na volta, será necessário fazer imigração e alfândega.

Algumas sugestões para evitar dor de cabeça, baseadas no nosso voo de Rio a Paris:

  • Lembre que ao chegar você terá que fazer imigração e alfândega. Reserve 1 hora e 30 minutos para essa função.
  • Calcule o dobro do tempo no seu deslocamento. De JFK para Manhattan, separe 2 horas. De Manhattan para Newark, 1 hora.
  • O total fica em 4 horas e 30 minutos. Ou seja você teria cerca de 9 horas para curtir a ilha!
  • Na volta, sugiro que apenas aprecie a paisagem. Como o tempo de conexão/escala é de 5 horas e 15 minutos, você teria apenas 45 minutos para ficar na ilha. Melhor não abusar da sorte;
  • Esteja atento aos ítens que trouxer na bagagem. Como é preciso fazer alfândega nos Estados Unidos, mesmo sendo estrangeiro, se você trouxer alguma coisa que for proibida de entrar lá, você terá que jogar fora e talvez pague até uma multa, dependendo do que for ou da quantidade;
  • O seu transporte e o de sua bagagem entre os aeroportos é por sua conta. Normalmente, as companhias aéreas não prestam esse serviço. Verifique com antecedência como fazer o traslado. No artigo Essencial: Saindo de JFK, dou algumas dicas de como sair do aeroporto.

Lembro que os tempos aqui são estimativas. Como sempre, a prudência é a melhor atitude. Mantenha-se atento ao relógio, afinal, dessa vez, Nova York não é o seu destino final.

😀


Crédito das fotos via Flickr:

Rio de Janeiro Christian Haugen
Nova York Jörg Schubert
Paris Moyan Brenn

http://nyc.helvecio.com/wp-content/uploads/2017/04/conexao-big-apple-destino-paris-via-nova-york.jpghttp://nyc.helvecio.com/wp-content/uploads/2017/04/conexao-big-apple-destino-paris-via-nova-york-150x150.jpgHelvécioChegadas e PartidasO viajante experiente sabe: uma conexão ou uma escala pode trazer grandes vantagens em uma próxima viagem. Nesse artigo, vamos ver o por que e quando aquela paradinha mais longa em Nova York pode ser proveitosa. Imagine que sua próxima viagem tem por destino Paris. Hoje ao pesquisar uma Rio-Paris, o voo direto...Nova York vista de longe